fbpx

O verdadeiro problema das Startups, a próxima Bolha

Um visionário um dia disse que… ‘O problema com a mania das Startups na internet não é que muitas pessoas estejam criando negócios; é que muitas pessoas não estão persistindo neles.’ Mas esse argumento ainda é válido?

… A onda das Startups é divertida e incrivelmente gratificante, mas para quem?

Eu fui inspirado pela perspectiva única de Gary Vaynerchuk ao perceber o vórtice para o qual a internet está nos levando. Esta energia e motivação são uma peça importante para cada idéia de sucesso de cada Startup e também para muitos outros empreendedores.

Além disso, a onda das Startups é divertida e incrivelmente gratificante, mas para quem? Vamos ser diretos:

  • Somos responsáveis pela próxima bolha [crise]?
  • Por quanto tempo continuaremos a cultivar nosso ego?
  • Estamos procurando soluções para resolver necessidades reais e importantes?
… Esperamos melhorar o que já existe entre nós ou, se possível, resolver um problema que realmente faça a diferença.

Como fundador e sócio de algumas startups, tive a oportunidade de conhecer empreendedores com muita experiência. Surpreendentemente, apenas alguns deles me perguntaram “O que estamos tentando resolver?” Mas todos me perguntaram: “Como vamos vender isso?” Um ou dois deles me aconselharam a parar de procurar pelo próximo Twitter ou Facebook e dar atenção ao que já existe entre nós ou, se possível, resolver um problema que realmente faça a diferença.

Hermion Way, jornalista e empreendedora de novas mídias, entrevistou mais de 200 startups. Em um artigo que ela escreveu no The Next Web, ela disse que “o problema do Vale do Silício é ele mesmo”:

Eu já ouvi tudo isso muitas outras vezes após o lançamento das mesmas tecnologias e ainda estou me perguntando por que todos esses jovens inteligentes e bem-educados, muitos dos quais foram educados nas melhores universidades do mundo (Stanford, Yale e Harvard), não estão dando bom uso aos seus cérebros e estão resolvendo problemas do mundo real… Todo mundo crê estar fazendo algo incrível e tentando mudar o mundo, mas na realidade grande parte da tecnologia que está sendo construída aqui não está mudando o mundo, sua visão é míope e sempre projetada em si mesmo, grandes resultados e lucro pessoal.

Para concluir, seria bom ir além da bolha das startups, ir além da empolgação de ter uma startup e  fazer as seguintes perguntas:

  • Estou procurando soluções para uma necessidade real e importante?
  • Posso melhorar algo que já existe?
  • Eu conheço pessoas que precisarão desta “fantástica-nova-invenção-que-estou-desenvolvendo”?

Referências

Créditos da foto: Hubert Burda Media Flickr via Compfight cc

More Insights

Nicolas Franz

Especialista em Marketing Digital